segunda-feira, 7 de maio de 2012

A terceira idade, um peso para a família? (Sl.128:1-6; Tt.2:2-4)


Introdução:

  O tema terceira idade, vem chamando a atenção de todos os órgãos humanitários que conhecemos, cresceu o interesse em melhorar o tipo de vida dessas pessoas, cujo o numero tem crescido nos últimos tempos.
  O tem vem sendo amplamente tratado, e discutido nas escolas, universidades, empresas, associações, comunidades, e órgãos humanitários em geral no Brasil e em várias partes do mundo.

  E quanto a igreja e seus membros em particular?
  Temos assistidos os nossos idosos, a contento?
  Devotamos a eles nosso respeito,admiração, cuidado e reconhecimento?
  Ou ignoramos como se fossem objetos descartáveis?
  No entanto a família deve ser a principal instituição a cuidar de seus idosos, porque isso é  à vontade de Deus (1Tm.5.4), levamos em conta e lei da semeadura (Gl.6.7; Lc.6.3), e que, aqueles que assim não fazem são piores do que os infiéis (1Tm.5.8).

1.    O que se entende por terceira idade?

 Terceira idade é considerada a faixa etária da vida humana, que começa a partir dos 60 anos; o salmista referiu-se a ela com uma idade maior (Sl.90.10).
 Porque para os Judeus a terceira idade começa aos 70 anos e possa estar aqui uma referencia de um futuro bem próximo do aumento dessa faixa etária de idade.

1.1.        Fatores que marcam a terceira iade?

  A terceira idade é marcada pôr suas limitações, que são muitas em decorrência da idade, por isso devemos estar atentos a ela, com o objetivo de proporcionar aos mais idosos uma melhor condição de vida.
 
   1o Limitação social:    A chagada da terceira idade coincidi geralmente com a chegada da aposentadoria, período em que tanto homens como mulheres por mais importantes que tenham sido, são colocados de lado por não poderem acompanhar o progresso cada vês mais acentuados e as mudanças que acontecem com muita freqüência, dessa forma os idosos passa, a se sentirem inúteis.

   2o Limitação econômica A terceira idade representa também uma queda significativa no poder aquisitivo dos idosos.
  Porque o valor recebido através da tão sonhada aposentadoria, não é suficiente para sustentar o nível de conforto que estava acostumado e para piorar ainda tem as despesas com remédios caríssimos.
  Acentua-se na maioria das vezes a necessidade de se arrumar um outro emprego par suprir a defasagem do orçamento; mais as possibilidades são poucas. Principalmente por causa da competitividade.
 
   3o Limitação física as limitações físicas que lhe empoem a terceira idade, estar clara na simbologia feita por Salomão (Ec.12.1-9); aparecem as canseiras e o enfado (Sl.90.10); A visão perde a sua força (Gn.27.1); Perda do vigor (Gn.17.17).
Por não corresponderem a expectativa da sociedade os idosos se sentem cada vez mais inúteis e rejeitados

   4o Limitação psicológica:  É necessário nos entendermos que as motivações psicológicas de um idoso não são as mesmas de um jovem; leia com atenção (2Sm. 19.34-37).
Salomão também discorre esse problema psicológico (Ec.12.5)

   5o Limitação espiritual:  Há idosos que apresentam uma significativa queda em sua vida espiritual, principalmente quando deixam a liderança de algum departamento ou ministério.

   6o A limitação do tempo:  Os idosos têm que encara a realidade da vida, a ausência dos filhos que se casam,  e a realidade da “morte”.
   As perdas trazem uma sensação de solidão e vazio. Principalmente quando acontece a morte de um dos conjugues, ou de um filho antes deles, sensação de solidão e vazio é muito grande, quase que insuportável.

2.     Obrigações familiares com a terceira idade.

a.       Tributar-lhes as devidas honras: (Ex. 20.12; Ef. 6.12; Lv.19.32).

b.      Não roubar os Velhos: Há filhos e netos que se se apropriam da renda ou de parte  da renda dos seus idosos, aproveitando-se das suas limitações, este comportamento é abominável diante de Deus. (Pv.28.24)

c.      Permiti-lhe as segundas núpcias: Se os idosos sentem o desejo de se casar de novo, não deve ser impedido pelos filhos,  mais aconselhado, orientado e ajudado. O amor e o romantismo não são monopólio apenas dos jovens, a necessidade de um companheiro leva a viúva ou o viúvo a casar-se novamente.
  A verdade é que muitos filhos querem impedir os idosos de casar novamente,  visando a completa posse dos seus bens.

d.      Sustentar os idosos: (1Tm. 5.4)
  É muito triste ver um crente acionado pela justiça secular para sustentar os seus idosos. Tomamos o caso de José como exemplo (Gn.45.1-5)

e.      Proporciona-lhe acompanhamento médico.



2.1.    Obrigações da Igreja.

a.       Criai uma classe especial para os idosos

b.      Organizar reuniões e cursos durante a semana para que eles estejam juntos,  conversando e lendo, palavra de Deus e orando.

c.      Direcioná-los para os serviços eclesiástico e para os departamentos,  considerando a sua idade.

·        Auxiliar na educação das crianças
·        Aconselhamento, principalmente dos mais jovens (Jó.12.22; Tt.2.3,4); lembre-se Roboão perdeu a bênção porque não quis seguir os conselhos dos mais velhos (1Rs.12.1-15)
·        Intercessão (Lc.2.36-38)
·        Visita nos lares.
·        Voluntariados
·        Evangelização (por carta ou telefone)

           3. Preparando-se para os anos dourados:

Muitas pessoas atingem a terceira idade e ainda possuem um excelente potencial, que poderia ser usado em várias áreas; um bom exemplo disso é o de Calebe (Js. 14.11-15)

Mais o que falta na maioria das vezes é orientação, incentivo e oportunidade.
A velhice é uma conta cobrada pelo uso da juventude quem  fizer um bom uso terá uma conta melhor para pagar.
Muitas doenças são a conta cobrada pelo corpo pelo mau uso dele: ansiedade (doenças psicossomática), fumo, bebida, alimentação desregrada e vida sedentária são as causas da maioria das doenças.
Devemos mudar o nosso modo de viver servindo ao senhor tendo uma vida de fee esperança.

3.1. Você pode ser feliz na terceira idade:

·        Aceite a velhice com alegria e satisfação. (Rm. 3.28)
·        Obedeça a dieta natural referente a cada idade ou imposta pelos médicos.
·        Mantenha-se ativo e produtivo, ocupando o seu tempo com coisas úteis, servindo de exemplo para todos (Tt. 2.1-5).
·        Fuja do isolamento assim mostraras que es sábio.     
·        De lugar ao espírito santo para ter um renovo espiritual.
·        Aceite os seus filhos mesmo que eles não tenham sido o que você esperava; são partes dos planos de Deus para sua vida.
·        Viva com um coração agradecido ao Senhor, tudo que aconteceu na sua vida contribuiu par que você chegasse até aqui, muitas pessoas não passaram um terço do que você passou e estão mortas, mais você não, estar viva para o Senhor. Glórias a Deus! 




            


Prof. Luiz Carlos de a Silva Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário