quarta-feira, 9 de maio de 2012

A Fuga Como Estratégica:




Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação. (1Tm. 1.7):




Introdução:

Mesmo Deus tendo nos dado um espírito combatível, existem coisas que os jovens em particular devem ficar atento, e de certa forma até fugir como uma estratégica para não cair em transgressão, por isso Paulo disse a Timóteo que ele:



1     1.  Fuja dos homens heréticos e das heresias (1Tm. 6.3-5; 4.1):


·        Devemos nos esquivar dos mitos, das fábulas e das superstições (1Tm. 4.7).


·        Devemos nos esquivar das artes mágicas (2Tm. 3.8).



1     2. Fuja da cobiça e da avareza (1Tm. 6. 10-11):


·      A riqueza é uma benção para quem sabe usá-la corretamente, não tendo nela a sua esperança. (1Tm. 6.17; Mt. 6.1-3)



1     3. Fuja dos falsos crentes, dos crentes artificiais e hipócritas (2Tm. 3.1-6):


·                  Os termos “... mais amigos do deleites, do que amigo de Deus...” e “... tendo a aparência de piedade, mas negando a eficácia dela.” usados nesse texto demonstra claramente que o apostolo se refere aqueles que dizendo ser irmão andam  desordenadamente (1Tm. 1.19,20; 2Tm. 4.14,15).



·        Se afastar daqueles que se dizem irmão e não soa sempre foi uma recomendação Bíblica (1Co. 5. 9-11; Rm. 16,17; 2Ts. 3.6). Por quem se associa com eles tem parte nas suas más obras (2Jo. 10), entretanto isso não quer dizer que devemos tratá-los como inimigos, mas temos que exortá-los do erros que estão cometendo (2Ts. 3. 14,15; 1Ts. 5. 14).



1    4. Fuja dos prazeres e do desejo da carne (2Tm. 2.22).


·        Temos como exemplo disso José, quando fugiu da mulher de Potifar.



Conclusão:

Todas essas coisas foram recomendadas por Paulo a Timóteo para que ele fugisse, para que ele não se afastasse dos caminhos do Senhor, e se Timóteo se manteve em pé foi porque seguiu essas recomendações, vemos isso claramente por que Demas não fez o mesmo por isso caiu (2Tm 4. 9-11).



Nenhum comentário:

Postar um comentário