segunda-feira, 28 de maio de 2012

A origem do mal:



Introdução:

Estamos sempre fazendo e nos perguntando, como surgiu ou qual é a origem do Pecado? Se Deus criou todas as coisas teria Ele também criado o Pecado, criado o mal? Se Deus sabia que o homem iria cair Por que então o criou assim mesmo e por que o deixou cair, Quem criou o mal ou qual a sua origem? Essas são algumas das indagações que fazemos a nós mesmo, e não temos respostas.

   1. Considerações sobre o pecado:

1.1.       O que é o pecado?
O pecado é Transgressão, rejeição, desobediência, incredulidade etc. O pecado é a ação deliberada e consciente da criatura contra a lei de Deus, contra o seu Criador e a sua natureza, pecado é a perca do alvo, é a separação contra Deus é a alienação da humanidade decaída a Deus.

1.2.      O que é iniquidade?
Os termos iniquidade e pecado são sinônimos, não há diferença na terminologia desses dois termos, porém esse termo mais tarde passou a  ser definido pela igreja como o pecado cometido pelo crente (1 jo 1.7; 5. 17; Sl 103.3a) É por isso que o apostolo João diz que aqueles que são nascidos de Deus não peca ou seja não vivem mais na pratica do pecado ( 1Jo 3.4)
Porque ele mesmo tinha dito antes que é impossível que o homem não peque, ou seja, cometa iniquidade mais que o sangue de Jesus Cristo nos purifica de todo pecado (1 Jo 1.7). E não só ele, o Salmista diz que se o Senhor não nos tratasse segundo as nossas iniquidades ( falhas, faltas e pecados involuntários que cometemos), porque se isso acontecesse a muito tempo nós já teríamos sidos consumidor ( Sl 103. 10, 13, 14; Sl 130-3). Já parou pra imaginar se o Senhor derramasse juízo todas as vezes que nós erramos, seríamos sucumbidos como Sodoma, seriamos semelhantes à Gomorra.

Obs. Não estou com isso querendo dizer que o Senhor compactua com os nossos pecados, em hipótese alguma Ele faz isso; e esse provavelmente foi o erro da Igreja na época do apóstolo João, que começaram a usar o termo iniquidade como algo menor que pecado, foi por isso que Ele teve que afirmar para Igreja na época que “Iniquidade É Pecado”. Por outro lado havia na igreja aqueles que achavam o seguinte “se pecou esta morto já era”, e ainda tinha aqueles que se diziam sem pecado, “eu não peco”. O Apóstolo com a sabedoria que lhe foi dada resolveu essa questão, na carta que escreveu.

   1.3 Definições sobre o pecado:

Uma coisa que devemos considerar sobre o pecado é que ele pode ser tanto coletivo como individual, é o que, se define como pecado universal ou pecado original, que é um estado de separação em a humanidade se encontra em relação a Deus.

Definições Simples sobre o pecado:

A. O pecado é transgressão contra Deus (Hb 2.2. Rm 2. 23)
B. O pecado é desamor, impiedade falta de devoção (Rm 1.18; Tt. 2. 14)
C. O pecado é: Desobediência, rebeldia contra de Deus
(Rm 5. 19; Hb 2.2)
D. O pecado é injustiça, iniquidade, desordem (Rm 2.8; 1Jo 5.17, Rm 1.18)

1.4. Todo pecado é antes de tudo contra Deus:
Se avaliarmos as definições sobre o pecado, ainda que uma pessoa erre, peque contra a seu próximo. Todo pecado é primeiramente contra Deus e também contra o próximo ou contra a se mesmo.

Obs. Outra coisa que o apóstolo João deixou claro em sua carta, é essa relação direta do pecado contra o homem e do pecado contra Deus, nos dando a entender que todo pecado contra o próximo e desamor contra Deus. Em outras palavras ele diz o seguinte: Se você ama a Deus e o conhece não deve aborrecer o seu irmão, se você faz isso é por que não o conhece e não o ama; em cada capítulo de sua carta ele aborda isso.
Geralmente quando erramos infligirmos os dois principais mandamentos: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a se mesmo. Vejamos em alguns casos em que esta duas situações são claras

A.    O caso de Paulo:
O mesmo pensava que perseguia homens e mulheres que faziam parte de uma seita anticristã (A seita dos nazarenos), mais quando ele estava indo a caminho de Damasco Jesus lhe disse no momento da sua conversão que era a Ele quem Paulo perseguia (At. 9:4)

B.   O caso do filho pródigo:
Que no momento que se arrependeu de todo mal que tinha feito,  quando foi pedir perdão ao seu pai, disse-lhe que tinha pecado contra os céus e contra ele. (Lc 15.18-21).

C.    O caso do Povo de Isabel:
Que quando se arrependeram do mau que tinham feito a Moises se rebelando contra ele, confirmaram que tinham pecado contra ele mais primeiramente contra Deus (Nm 21.7)

D.   O fato que ocorrerá no dia do Senhor.
Quando Jesus vier em Glória no final da Grande Tribulação, e todos os santos e Anjos com Ele; Se assentará no Trono da sua Glória  para julgar as nações Ele lançara fora aqueles que não ajudaram os pequeninos, e dirá  que foi contra Ele que aqueles homens fizeram aquilo. (Mt 25:32-46)

2.  Qual a origem do pecado.

2.1. O pecado pode ter tido a sua origem em Deus?
 O pecado não teve a sua origem em Deus porque o Senhor é perfeito, sendo impossível que ele peque, ou faça alguém pecar (1 Pe 1.16; 1 Jo 1.5), pense sempre isso.
Deus não colocou a arvore da ciência do bem e do mal pra tentar o homem ou para que ele caísse, porque Deus não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta. (Tg 1.13)
Deus é santo e olha o pecado com ira e justiça. (Rm 1.18, Hb 10.31; 12.29).

2.2. O pecado teve sua origem no homem?
O pecado também não teve sua origem no coração do homem, visto que ele era perfeito, porque foi criada a imagem e semelhança de Deus (Ec. 7: 29; Gn 1: 27). Quando Adão e Eva foram criados, o mal já não existia no universo.

2.3. O pecado foi criado por Alguém?
O pecado não foi criado por que ele não é uma coisa palpável ou animado,  e muito menos é um agente, por outro lado nós sabemos que  só Deus tem o poder de criar e nós já vimos que Deus não criou o pecado

 O pecado foi praticado pela primeira vez no céu, no mundo angelical. O pecado teve sua origem no coração de Lúcifer ( Jo 8.44) (1Jo 3.8), que era Um querubim ungido, perfeito, o aferidor de medida (Ez. 18: 12-17; Is 14.13-16).
Quando o mesmo fascinado por sua beleza e gloria, se ensoberbeceu, e em seu coração ele resolveu, decidiu que seria igual ao Senhor, se rebelando contra o Altíssimo (Is. 14: 13, 4)
Assim se “originou” o pecado, um mau pensamento, um mal intento, um mau desejo, uma má vontade que nasceu no coração de um dos seres criados por Deus, Lúcifer, e foi colocado em prática (Ez. 28: 15, 16)

3. Como o pecado entrou no mundo?
O Pecado entrou no mundo através do homem, “Adão” e passou a todos os homens por isso todos pecaram e destituídos estão na gloria de Deus, trazendo consequências desastrosas.

3.1.  As consequências causadas pelo pecado:
São muitas as consequências maléficas ocasionadas  pelo pecado, os prejuízos são tantos que não da para mencionar todos eles, mas veremos alguns deles.

3.1.1. A morte
O pecado fez com que a morte entrasse no mundo (Rm 5. 12) a morte significa separação espiritual em relação a Deus, ou física entre a alma e o corpo, a bíblia fala  da morte em vários sentido mais sempre aparecem o sentido principal após o pecado o

·        “Morte espiritual”-  O espírito esta morto é o afastamento de Deus (Ef 2:1; Mt 8:22)
·        “Morte Fisica”- quando a alma e o espírito dormem e se separam do corpo  ( Gn. 3:19, Tg 2: 26)
·        “Segunda morte”- que é a morte eterna, condenação eterna, uma eterna separação de Deus (Ap. 2:11, 20. 6; Rm 6:23)

3.1.2. O afastamento de Deus
O pecado interrompeu a comunicação de Deus com o homem criou uma barreira entre ambos (Is. 59.2; Pv. 15. 29, Jr 5.25)

3.1.3. Transferência de filiação:
O homem que antes foi criado a imagem e semelhança de Deus, e andava com Deus,  e tinha comunhão com Ele e por isso era chamado filho de Deus (Gn. 5.6. 2a) com o passar do tempo com a pratica constante do pecado, e com a semelhança em atitude do diabo se tornou filho do diabo (Jo 8: 44 1 Jo3: 10)

3.4.1.  A escravidão
O homem que foi criado perfeito e livre, nele passou a não habitar bem algum (Rm 7: 18) tendo sempre uma inclinação para o mal (Rm 8: 1, 7:5-19) , se tornando escravo do pecado(Jo 18:34)

3.1.5. Maldição na terra
Toda a terra passou a ser maldita por causa do homem (Gn 3   ). Toda a terra passou a ser maldita por causa dessa transgressão. Aos animais que eram herbívoros (Gn. 1.30) passaram a ser carnívoros, e a terra passou a ser infértil em algumas áreas e a produzir cados e espinhos (Gn. 3.18).

4. Se Deus sabia que o homem iria cair porque o Criou assim mesmo:

Essa é sem dúvida umas das maiores dúvidas do ser humano temente ou não a Deus, de uma maneira simples podemos dizer que existem três motivos principais que eu acho que sejam os mais plausíveis.

1º Deus criou o homem mesmo sabendo que ele iria cair, por que o amou antes de criar, quando a Bíblia fala que Deus amou o mundo de tal maneira em João 3.16, não podemos entender como se Ele tivesse amado o mundo quando enviou o seu Filho unigênito, Deus enviou o seu filho justamente por que sempre nos amou assim.
Outra coisa que não podemos nos esquecer de que o único verdadeiramente ofendido pelo pecado é Deus. Mesmo Deus sabendo que o homem faria isso contra Ele, criou o homem assim mesmo disposto a ser ofendido diretamente por sua criatura que foi feitas a sua imagem e semelhança por que o amou antes de cria-lo.

Obs. Toda pessoa que tem vontade de ser pai ou mãe, mesmo sabendo que seu filho tem uma grande possibilidade de dar para o que não presta, mesmo assim, tem filhos e esta disposta a passar tudo por ele por que o amou primeiro. O mesmo acontece com Deus e seu filho Jesus Cristo.

2º Deus criou o homem mesmo sabendo que ele iria cair, por que ele preparou a redenção compatível a toda a humanidade antes de Criá-la, A palavra de Deus diz que Jesus cristo é morto antes da fundação do mundo.  
E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.Apocalipse 13:8
O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós;1 Pedro 1:20
De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo. Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo.Hebreus 9:26
A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá. Apocalipse 17.8
Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem. 1 Coríntios 15:20

3º Deus criou o homem mesmo sabendo que ele iria cair, por que Ele é Soberano. A grande questão nessa pergunta é se nós temos uma teologia centralizada no homem ou em Deus. Nós só pensamos no direito do homem e não no Direito de Deus. 
E Deus não tem o direito de fazer o que quiser? Ele não tem o direito de ter uma família, só por que muitos o rejeitarão.

Conclusão:

Independente da origem do mal, de como o mal entrou no mundo, e de como ele passou a todos os homens, não podemos pensar em deixarmos de estar com Deus por nada, Ele possibilitou a salvação para todos os homens por que Ele nos ama. Amem!

Um comentário:

  1. GOSTEI MUITO DESSA LEITURA,PUDE ASSIM TIRAR DÚVIDAS SOBRE DEUS E O HOMEM: PORQUE TERIA DEUS CRIADO HOMEM SABENDO QUE IRIA PECAR,JA SABIA QUE ERA PELO SEU INFINITO AMOR MAIS SE PRESTARMOS ATENÇão na leitura existe outros motivos. pr. luis carlos que deus te dê muitas sabedorias a cada dia de sua vida para pregar a palavra que fora nos ordenada. saudaçôes.

    ResponderExcluir