quinta-feira, 10 de maio de 2012

O crente e o Medo da Morte




E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão. Hebreus 2:15



    O que é a morte:



A morte não é algo natural como o mundo fala, e sim inatural, uma sentença divina, por causa da desobediência; por que Deus não criou o homem para que morresse

A morte se refere as conseqüências destrutivas da infração do pecado na humanidade, que significa afastamento ou separação espiritual em relação a Deus



Em conseqüência do  pecado a humanidade também experimentou a morte física e voltou para o pó de onde veio que é uma manifestação visível dos efeitos do pecado.

E conseqüentemente pra aqueles que não temem a Deus experimentaram a morte eterna que é a separação total de Deus.



A morte á algo tão horrível na perspectiva bíblica e teológica, que ela é personificada como algo tangível é palpável nas escrituras sagrada, e é identificada como inimiga de Deus, sinalizando o fracasso do homem e trazendo a tona a ação de satanás (1Co. 15.26,55; Ap. 20.14).


Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?

E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.



        1.    Porque não devemos ter medo da morte:


Antes de falarmos porque não devemos ter medo da morte, falaremos antes “da idéia deturpada que o mundo tem do que não é ter medo da morte”, e “do que realmente nós temos que gera em nós o medo da morte” e por ultimo falaremos porque não devemos ter medo da morte.



1.1.         A visão do mundo do que não é ter medo da morte:

O mundo como sempre tem uma visão errada de tudo, até mesmo aqueles que não tem medo da morte (que são poucos), eles acham que não ter medo da morte é:


1º A consideram como algo natural.
2º A ignoram, fingem que ela não existe.
3º Amedrontam ou caçoam daqueles que declaram terem medo morrer.
4º Expõem a vida ao perigo, até mesmo  com a desculpa de que estão praticando esporte.


5º Por a própria vida em risco, viver no limite desafiando a morte, praticando o que hoje são chamados de esporte radicais, ou tentando tirar recordes mundiais “Gynes book”.


6º Desafiam as autoridades competentes, vão contra lei, cometem crimes, etc.


7º Desprezam a vida e amam a morte e tudo relacionada a ela, são os góticos, os “trashi”,  os emos



E uma série de outras coisas que não tem nada a ver com não ter medo da morte e sim ter um espírito de suicida, a vida é um dom de Deus por isso nos devemos amar a vida e lutar por ela, não só pela nossa mais também pela do nosso próximo, mas esses que dizem que não tem medo da morte, na verdade estão em trevas.



Os cristãos também não podem confundir não ter medo da morte com tentar a Deus.

Jesus não tinha medo da morte, mas mesmo assim não se jogou do pináculo do templo como sugeriu satanás, e Jesus não se jogou porque foi uma sugestão do diabo, claro que não, Ele não se jogou para não pecar tentando a Deus. (Lc. 4. 9-11)



Davi, Paulo e outros personagens da bíblia eram homens que não tinham medo da morte, e não tentaram a Deus e lutaram pela vida, até mesmo a oração pedindo a morte o Senhor não houve, Moises, Elias e Jonas foram grandes homens de Deus na terra que em sua faze de profunda angustia pediram a morte para Deus e lhes foram negado, e isso tudo ficou registrado para que nós soubéssemos que o Senhor quer que nos amassemos a vida e lotássemos por ela.

Que estória é essa de um homem ou mulher de Deus, andar dizendo por ai que não dar mais, que seria melhor que o Senhor o levasse, spírito  de Jonas, spírito d covardia. 



1.2.         Do que nós temos medo:



Na verdade nós temos mais medo é da pré-morte, (são os casos que tem como conseqüência a morte), do que da morte propriamente dita que, tais como:


A – Ser alvejado por tiro ou atingindo por um golpe de faca.

B – Sofrer um acidente de carro, moto, avião, etc.

C – ser acamado por uma enfermidade maligna e destrutiva



·        Querem ver uma coisa, será que alguém queria passar por tudo que Jó passou, mesmo, mesmo tendo a garantia Divina de que não vai morrer e no final receber tudo de volta em dobro.



2º Nós temos também temos medo das conseqüências imaginarias que nós achamos que vão ou não ocorrer, por causa da nossa partida, da nossa ausência, tais como:



A – Ter medo que com a nossa partida não cuidarão bem dos nossos familiares, do nosso ministério e do nossos negócios.

B – Ter medo de que não acompanhar o crescimento e a  formação dos nossos filhos.

C – Ter medo de não estar presente para ajudar ou ver a condução dos nossos familiares a Cristo.



·        Raciocina comigo: será que alguém aqui aceitaria o convite de fazer uma viagem sizinho por dois anos, visitando os melhores lugares da Europa, desfrutando de tudo que há , e o que aquele continente oferece, sem poder ao menos se despedir de alguém, e nesses dois anos não pode fazer uma ligaçãozinha sequer, se mantendo por dois  anos sem  nenhum contato, muitas poucas pessoas  aceitariam essas condições.



      Com certeza nós sentiríamos o mesmo medo que temos de morrer, e não tem nada de

Errado nisso, lembre de Paulo que um dia ficou em aperto por que ele tanto desejava estar com Cristo, mas teve receio de como ficaria o ministério a ele confiado.



       2.    Porque eu não devo ter medo da morte?


Eu vou lhe dar 11 motivos simples para que nos não tenhamos mais medo da morte:



 1º Porque nós passamos da morte para vida, e os que estão em Cristo não morrem mais dorme no Senhor .


Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a João 5:24


2º Porque Deus que é especialista em transformar caos em benção, fez com que por meio da morte seja umas das maneiras de encontrarmos com ele.


Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e Apocalipse 2:10


 porque quando nós fomos para glória não precisaremos passar por um corredor comprido com uma porta iluminada no final, ou com várias portas por todos os lados em que nós teremos que adivinhar a porta certa, ou ter que subir uma escada comprida até chegar no céu e se caímos vamos parar direto no inferno; e que nessa porta São Pedro vai esta lá para impedir ou não a nossa entrada. Se morrermos iremos direto para o céu

"E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado". (Lc. 16.22).



4º Por que o Senhor colocou a certeza da salvação em nossos corações pelo Espírito que nos foi dado  (Ef. 1. 13,14; 2Co. 5.5-7).



5º Por que ressuscitaremos um dia, se não formos arrebatados antes, e a certeza disso é que Jesus morreu e ressuscitou (1Co. 15.11-17).



6º Por que  os que morreram em Cristo também serão arrebatados

"Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor". (1Ts. 4.16-18).



7º Porque o fato de eu não ter medo da morte não quer dizer que eu não ame a vida e não queira lutar por ela.



8º Porque cristo morreu para que nós não precisássemos morrer.


Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Romanos 8:2


9º Porque agora entendemos o verdadeiro sentido da morte, para os que servem a Deus ou não?



10º Porque as promessas de Deus para a nossa família, ainda que nós estejamos ausentes, o Senhor não deixará de realizar e um dia você verá e se alegrar, a garantia da promessa de Deus para sua família não é quem recebeu a promessa e sim quem prometeu que sempre vela em cumpri-las.

Lembra do caso de Abraão em que o Senhor lhe prometeu que ele seria pai de uma multidão, e que de sua dissidência viria o salvador do mundo, Abraão ficou vivo para ver tudo isso? Mas um dia ele viu e se alegrou (Jo. 8.35), como José qu fez menção dasaiada do povo  d Istael  do gito "Pela fé José, próximo da morte, fez menção da saída dos filhos de Israel, e deu ordem" Hebreus 11:22. É  como disse o salmista Davi "Fui moço, agora sou velho, nunca vi um justo desamparado..."  (Sl. 37.25)



11º Por que o Deus ao qual nos servimos tem o poder de livrar a qualquer um, que se achegue a Ele do vale e da sombra da morte não importando a situação ou circunstancia.



·        Irmão não é que eu não tenho medo da morte ou de nada, mais a certeza das promessas de Deus na minha vida é tão grande que me enche tanto, que anula em mim o medo da morte e de qualquer outra coisa.





Conclusão:


De um modo geral nos não devemos ter medo de nada porque:



O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei? Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, investiram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram. Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, nele confiaria. (Sl. 27.1-3)



Uns confiam em carros, e outros, em cavalos, mas nós faremos menção do nome do SENHOR, nosso Deus. Uns encurvam-se e caem, mas nós nos levantamos e estamos de pé.  Salva-nos, SENHOR! Ouça-nos o Rei quando clamarmos. (Sl. 20.7,8)



O senhor é méis pastor nada me faltará... (Sl. 23)



Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome; tu és meu. 2  Quando passares pelas águas, estarei contigo, e, quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. 3  Porque eu sou o SENHOR, teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; (Is. 43.1b-3ª)



...Eis que estou com vosco todos os dias até a consumação do século (Mc. 28.20).





                    

Um comentário: