quarta-feira, 6 de março de 2013

Os imitadores de Cristo:




O termo cristão foi mencionado pela primeira vez lá em Antioquia, quando os primeiros discípulos ou seguidores de Jesus foram chamados dessa forma pelos habitantes daquela cidade, por que ao olharem para eles os identificavam, achavam eles com uma vida parecida com a de Jesus Cristo.

1. Os imitadores de Jesus:

·      A primeira atitude do Cristão deve ser querer ser parecido com o Pai Celestial (Ef. 5.11; Mt. 5.48).

·      E isso é possível quando olhamos para Cristo e o imitamos (1Jo. 2.6;  Cl. 2.6). Por que Cristo é a imagem de Deus (Jo. 14.7-11; 10.30; 5.17,18; Cl. 1.15,19; 2.9).

O apóstolo Paulo entendeu isso, praticou, e nos exortou a fazer o mesmo (1Co. 11.1; 4.16; Fp. 4.9).
O que é um discípulo: O discípulo é aquele que segue tanto as palavras como os passos de seu mestre (Mt. 10.24,25; Jo. 13.34,35).

1.1.          Ele está sempre com Cristo.

O cristão sente prazer em estar sempre junto de Cristo e isto é possível através da:

·      Palavra: ler a palavra de Deus é o principio para se ouvir Deus falar conosco (Jo. 5.39; Mc. 12.24; Sl. 1.1,2).
O discípulo de Cristo não é somente ouvinte mais praticante da palavra (Mt. 7.24-27; Ez. 33.32; Tg. 1.22-25).

·      Oração: É princípio para que se possa falar com Deus (Mt. 6.5,6; Sl. 54.17; Fp. 4.6;  Ef. 3.14).

·      Santidade: É sermos separados do mundo (Hb. 12.14; 1Pe. 1.16; Mt. 5.48), para sermos santos temos que ter uma vida transformada (2Co. 5.17; Gl. 6.15).

Essa transformação é adquirida em certas áreas gradativamente (2Co. 3.8; Pv. 4.18), mas como sabemos sempre continuamente (1Co. 15), sempre dando bom testemunho (1Pe. 2.12; 1Co. 8.21), para que possamos ter uma vida santa e transformada não podemos tomar a forma do mundo, ou seja andar como eles andam (Rm. 2.2a, 21; EF. 4.17; 5.11).

1.2.          Ele produz bons frutos.

Outra marca profunda de um verdadeiro cristão, é que Lee produz bons frutos, o cristão é conhecido pelo fruto (Mt. 7.15-18; Mt. 12.33; 3.8).

·      Um dos maiores equívocos do movimento pentecostal é medir o homem pelos dons e não pelos frutos, os dons foram dados por Deus para os homens apara a obra do ministério, para expansão do Reino, para a glória de Deus, para o alívio dos cansados e oprimidos etc. (Tg. 1.17; 1Co. 12.11; Ef.4.7,8), mas os frutos são do homem para Deus e para os seus semelhantes (Jo. 15.8,16).

·      Todo aquele que não produz bons frutos será cortados e lançados fora (Mt. 3.7-12; Lc.13.6-9; Rm. 11.17-24), mesmo tendo muitos dons (Mt. 7.22,23). Infelizmente foi isso que aconteceu com muitos Israelitas e isso ficou como exemplo para nós (Mt. 3.7-12; Lc. 13.6-9; Rm. 11.17-24).

1.4.          Ele constrói relacionamento (ter comunhão).

Um discípulo deve ter verdadeira comunhão com os demais discípulos, não tem como eu ser um bom cristão se eu não viver em comunhão com os demais irmãos. A comunhão entre os crentes traz crescimento para a Igreja (Lc. 11.17; Mc. 4.24, 23; Sl. 133).

·  Nós somos o corpo de Cristo, e seus membros em particular, mas somos interindependentes um dos outros (1Co. 12.12), sendo membro deste corpo é a vontade de deus que tenhamos comunhão um com os outros (1Co. 1.10; Ef. 4.4-6; 4.2,3).

Conclusão:

A palavra de Deus nos Diz que aquele que esta em Cristo deve andar como Ele andou, que assim como nós aprendemos do Nosso Senhor jesus de que maneira convém andar, assim devemos andar nele, a palavra de Deus também diz, se é que dele temos ouvido ou se dele temos aprendido.
E Jesus fez tudo isso foi a imagem do Pai,foi um homem de oração, palavra e santidade, andou pelo mundo fazendo o bem a todos e livrando todos oprimidos do Diabo, por que Deus era com Ele, buscou relacionamento e foi uma arvore frutífera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário