segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

O Significado Real do Natal:


O significado do Natal como é comemorado anualmente, se refere ao nascimento de Jesus Cristo, esta festa acontece há mais de 1600 anos no dia 25 de dezembro,  sendo atualmente uma das festas católicas mais importantes em todo mundo.
Inicialmente, a Igreja Católica não comemorava o Natal. Foi em meados do século IV d.C. que se começou a festejar o nascimento do Menino Jesus, tendo o Papa Júlio I fixado a data no dia 25 de Dezembro, já que se desconhece a verdadeira data do Seu nascimento.
provavelmente Jesus nasceu no mes de Abril, por se o período em que os pastores não precisavam esconder o seu rebanho do frio, ficavam com ele em um aprisco.

A comemoração do Natal não fazia parte das tradições cristãs nos primeiros séculos. O Natal começou a ser celebrado para substituir a festa pagã da Saturnália, que por tradição acontecia entre 17 e 25 de dezembro, como se fosse o carnaval. 
Originalmente esta festa era destinado para celebrar o nascimento anual do Deus Sol no solstício de inverno (natalis invicti Solis), e foi adaptado pela Igreja Católica no terceiro século d.C., para permitir a conversão dos povos pagãos sob o domínio do Império Romano, passando a comemorar o nascimento de Jesus de Nazaré. E o tipo de festa ou comemoração que se faziam nesses dias e Dezembro, foi transferido para um dia antes da quarta feira de cinzas, quejá existia antes, dando origem ao carnaval como conhecemos  hoje.

Segundo uma das explicações para a escolha do dia 25 de Dezembro como sendo o dia de Natal prende-se como fato de esta data coincidir com a Saturnália dos romanos e com as festas germânicas e célticas do Solstício de Inverno, sendo todas estas festividades pagãs. O que a Igreja viu aqui foi uma oportunidade de cristianizar a data, colocando em segundo plano a sua conotação pagã. Realizando com isso o sincretismo religioso e o paganismo.


As antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que levou para os três  reis Magos chegarem até a cidade de Belém e entregarem os presentes (ouro, mirra e incenso) ao menino Jesus. Atualmente, as pessoas costumam montar as árvores e outras decorações natalinas no começo de dezembro e desmontá-las até 12 dias após o Natal.

O tempo foi passando e adereços foram introduzidos nesta festa pseudo-cristã, até que ela perdeu a indntidade.Sob influência franciscana, espalhou-se, a partir de 1233, o costume de, em toda a cristandade, se construírem presépios, com a tentativa de se reconstituírem a cena do nascimento de Jesus. O problema é que os magos (que a biblia não diz quantos eram só faz referencia aos seus presentes), vindo do oriente quando visitaram Jesus ele estava em casa, quem visitou Jesus na manjedoura foram os pastores de Belém
Já a árvore de Natal surge no século XVI, sendo enfeitada com luzes símbolo de Cristo, Luz do Mundo, e depois vem estrelas, bolas, annjos etc. Não falaremos sobre isso detalhadamente por que o meu problema é com o Papai Noel.

O Papai Noel : origem e tradição:

Estudiosos afirmam que a figura do ""bom velhinho"" foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.
Ele foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.
A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santo Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

A roupa do Papai Noel

Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura. Porém em em m 1886, que um cartunista alemão chamado Thomas Nast criou uma nova imagem para o bom velhinho. A roupa nas cores verde e marrom foram substituída pelas cores vermelha e branca, com cinto preto e botas pretas, a criação de Nast foi apresentada pela revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.

Mas foi só em 1931, em uma campanha publicitária que feita pela Coca-Cola que o Papai Noel com o mesmo figurino criado por Nast, que coincidentemente eram as mesmas cores do refrigerante foi apresentada nos EUA tendo uma repercutindo mundialmente. Eles ainda acrescentaram a imagem de Nast, um rosto arredondado e meio resplandecente, lembrando o deus sol, e a risada típica que conhecemos.
A campanha publicitária fez um grande sucesso,  espalhando a nova imagem do Papai Noel pelo mundo, e ajudando a apagar a imagem de Jesus do Natal.

O que virou o natal hoje:

Uma pergunta devemos responder: Dia 25 de dezembro deixou de ser comemoração a um deus pagão?  Para se comemorar o aniversário de Jesus Cristo? Hoje em dia  o que vemos é que o natal passou a comemorar o dia de outros deuses pagãos e.g. Mamon, Moloque, Baal, Assera.  Os deuses do dinheiro, do sacrifício de crianças, da sexualidade.
O natal virou um período de festa meramente comercial, tanto para incentivar o consumismo, a bebedeira a orgia em geral, Onde Jesus não é quase citado.

 A igreja querendo por meios naturais acabar com uma orgia pagã, que acontecia nesta época, falhou em sua ação, por que o natal hoje esta mais parecido com carnaval, do que com a aniversário de Jesus, e a festa pagã ao deus sol que era em Dezembro e foi transferida para terça-feira antes da quarta-feira de cinzas pela própria humanidade, acabou sendo transformada pelos mesmos na mesma festa que existia antes da intervenção da Igreja Católica..

Conclusão:

Natal significa nascimento, o natal mesmo para cada um de nós foi o dia em que a luz do evangelho resplandeceu em nossas vidas, foi o dia em que o evangelho de Jesus Cristo foi gerado em nós. O natal para nós não é o dia do nascimento de Jesus somente, mas o dia do nosso novo nascimento da água e do Espírito, o dia em que nós fomos de novo gerados, para uma viva esperança que não pode murcha, guardada nos céus para nós. Amém!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário