quinta-feira, 14 de junho de 2012

Como Fortalecerá o Jovem o seu coração?

      

    Introdução:

Timóteo era um jovem residente da cidade de Listra, filho e neto de mulheres crentes, porem seu pai era gentio. Sendo ministro do evangelho ainda muito cedo, acredita-se que ele com mais ou menos 17 anos já era presbítero, ou seja Bispo da igreja,  e por ser muito zeloso foi muito usado por Deus dando bom testemunho entre os moradores daquela cidade.

Timóteo teve dois exemplos bem distintos em sua casa para ser seguido, o exemplo bom de sua mãe e avó que eram crentes, e um exemplo ruim de seu próprio pai que era gentio (At. 16.1), porem, ele escolheu seguir o bom exemplo (2Tm. 1.5; 3.14,15).

O Motivo Da Carta: O tema principal da carta de Paulo a Timóteo é a apostasia dos últimos tempos, porem quando o apostolo Paulo escreve as suas cartas ao seu amado filho na fé, ele não só o adverte acerca do perigo desses desvios doutrinários, como lhe recomenda que ele coloque em ordem vária coisas na igreja lhe dando vários preceitos. Contudo existem outras coisas muito interessantes naquilo que o apostolo escreve inspirado pelo Espírito-Santo, é que, ambas as cartas estão recheadas de recomendações particulares, para aquele notável cristão, por ele ser ainda muito jovem, são recomendações particulares para que ele saiba como se portar na casa de Deus (1Tm. 3.14,14; 2Tm. 2. 19,21).
Esses pareceres especiais dado a Timóteo servem como estratégica não só para ele mais para nós também de como podemos de maneira estratégica conseguir nos manter firmes na presença do Senhor. “Porque tudo o que dantes foi escrito para o nosso ensino foi escrito.” (Rm. 15. 4).
Vejamos a seguir as recomendações de paulo a Timóteo:


1.     A Fuga Como Estratégica: (1Tm. 1.7):

Mesmo Deus tendo dado aos seus escolhidos um espírito combatível, existem coisas que os jovens em particular devem ficar atento, e de certa forma até fugir como uma estratégica para não cair em transgressão, por isso Paulo disse a Timóteo para ele:
 
1.1.Fuja dos homens heréticos e das heresias (1Tm. 6.3-5; 4.1):
·        Devemos nos esquivar dos mitos, das fábulas e das superstições (1Tm. 4.7).
·         Devemos nos esquivar das artes mágicas (2Tm. 3.8).

1.2.Fuja da cobiça e da avareza (1Tm. 6. 10-11):
·      A riqueza é uma benção para quem sabe usá-la corretamente, não tendo nela a sua esperança. (1Tm. 6.17; Mt. 6.1-3)

1.3.Fuja dos falsos crentes, dos crentes artificiais e hipócritas (2Tm. 3.1-6):
·      Os termos  neste capítulo “... mais amigos do deleites, do que amigo de Deus...” e “... tendo a aparência de piedade, mas negando a eficácia dela.” são referencias que demonstram claramente que o apostolo se refere aqueles que dizem ser irmãos e  andam  desordenadamente (1Tm. 1.19,20; 2Tm. 4.14,15).
·         Se afastar daqueles que se dizem irmão e não são sempre foi uma recomendação Bíblica (1Co. 5. 9-11; Rm. 16,17; 2Ts. 3.6). Por que quem se associa com eles tem parte nas suas más obras (2Jo. 10), entretanto isso não quer dizer que devemos tratá-los como inimigos, mas temos que exortá-los do erros que estão cometendo (2Ts. 3. 14,15; 1Ts. 5. 14).
  1.4. Fuja dos prazeres e do desejo da carne (2Tm. 2.22).
·         Temos como exemplo disso José, quando fugiu da mulher de Potifar.

Obs. Todas essas coisas foram recomendadas por Paulo a Timóteo para que ele fugisse, para que ele não se afastasse dos caminhos do Senhor, e se Timóteo se manteve em pé foi porque seguiu essas recomendações, vemos isso claramente por que Demas não fez o mesmo por isso caiu (2Tm 4. 9-11).

2.     O Modo De Agir Recomendado Pelo Apostolo Paulo:

As recomendações que analisaremos agora têm haver com o comportamento que os jovens facilmente deixam a desejar.

2.1.Paulo recomenda que Timóteo que evite as dissensões (1Tm. 2.8)
·         Veja também (Mc. 11.25; Mt. 5.23-24; Ef. 4. 26,27).

2.2.Evite a vaidade, a lascívia e as pompas mundanas: (1Tm. 2.9; 4.8).

2.3. que tratasse bem todas as pessoas (1Tm. 5. 1,2).
·         É incrível como Jesus tratou bem todas as pessoas (Mt. 22.16).


3.     A Vida Cristã Recomendada Por Paulo a Timóteo:

O interessante dessas recomendações dadas a Timóteo, e que são elas que os jovens mais deixam de observar. No seu dia a dia.

3.1.Paulo adverte a Timóteo que Ele tenha uma vida de Intercessão (1Tm. 2.1).
·         É o que ele recomenda a todos os homens (v.9).

3.2.Timóteo é recomendado a pregar sempre que houver oportunidade (2Tm. 4. 1,2).
·         Sem se importar com a aparência de quem quer que seja (1Tm. 1. 13-16).

3.3. O jovem cristão também foi instruído acerca da sua 
fidelidade para com Deus, 
sempre se fortalecendo no Senhor (2Tm. 2. 1).
·         Não podemos dar Brechas para o adversário maldizer (1Tm. 5. 14), por isso as vezes nós temos que abrir mão de muitas coisas para não servirmos de escândalo para ninguém, como Timóteo que teve que se circuncidar para não escandalizar os judeus (At. 16. 3).

3.4.Paulo aconselha a Timóteo que o rapaz nunca despreze o dom que ele recebeu de Deus.
 Fazendo sempre tudo com zelo (1Tm. 4.14; 1Tm. 1.18).

4.     A Fé Recomendada Por Paulo a Timóteo:

4.1.O Presbítero Timóteo é alertado pelo apostolo há ficar tranqüilo que não existe nada:
Que esteja em oculto que não venha a ser revelado (1Tm. 5. 24-25).
·         Quando Jesus se referiu a esta verdade, Ele só fez menção acerca das más obras, mas quando o apostolo Paulo fala desta verdade a Timóteo, ele faz menção tanto das más obras como das boas obras (v. 24, 245). Por que os jovens têm a necessidade de terem os seus feitos reconhecidos.

4.2.Timóteo deveria tomar posse das bênçãos espirituais 
(1Tm. 6. 20):
·         Crendo Que Jesus tem poder para realizar qualquer milagre por Ele mesmo ressuscitou dos mortos (2tm. 2.8, 1Tm. 4.16).
·         Por que quem tem poder para ressuscitar dos mortos tem poder para realizar qualquer coisa, e muitas vezes para crermos nisso temos que rejeitar a razão humana (2Tm. 2.8).

Conclusão:
A recomendação de Deus para os jovens de hoje de ontem ou de qualquer época, até que Ele venha é que eles se portem, vivam de modo que não sejam rejeitados por ninguém, tantos pelos que estão de fora como por aqueles que fazem parte do reino de Deus. E para que isso aconteça é necessário que eles sigam a indicação que foi dada para Timóteo, sejam o exemplo dos fieis.
Ninguém despreze a sua mocidade: mas se o exemplo dos fieis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza. Persista em ler, exortar e ensinar até que eu vá, não despreze o dom que há em ti, o qual foi dado por profecia, com a imposição da mão do presbitério. Medita nestas coisas; ocupa-te nelas para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina: persevera nestas coisas por que fazendo isto, te salvaras, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. (1Tm. 4. 12-16).






Nenhum comentário:

Postar um comentário