sexta-feira, 25 de abril de 2014

As bênçãos podem fazer um crente se esquecer de Deus?



Depois que nos somos abençoados, temos a tendência de esquecermos daquele que nos abençoou, "Jesus".
A nossa natureza pecaminosa é que nos leva a fazer essae outras coisas piores do que essa mesmo depois de vivermos como o Senhor, por isso devemos ficar atentos quanto a isso.

Outra coisa que comumente acontece conosco é o fato de acabar amando mais as bençãos do que O Abençoador. E mais a “benção recebida” faz com  que nos afastamos de Deus, por que aquilo que supostamente recebemos do Senhor exige daquele que o recebeu uma dedicação completa, uma devoção, levando o crente a abandonar o Senhor. 
Não sei como Deus pode abençoar alguém com algo assim, mas isso infelizmente é uma realidade.

·                      O povo de Israel foi advertido por Moises a não se esquecerem de Deus depois que conquistassem a terra prometida e fosse por Ele lá engrandecidos:

Guarda-te não te esqueças do SENHOR, teu Deus, não cumprindo os seus mandamentos, os seus juízos e os seus estatutos, que hoje te ordeno; para não suceder que, depois de teres comido e estiveres farto, depois de haveres edificado boas casas e morado nelas; depois de se multiplicarem os teus gados e os teus rebanhos, e se aumentar a tua prata e o teu ouro, e ser abundante tudo quanto tem, se eleve o teu coração, e te esqueças do SENHOR, teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão, (Dt. 8:11-14)

·           Só que infelizmente foi isso que aconteceu muitas vezes com o povo de Israel:

Acaso, se esquece a virgem dos seus adornos ou a noiva do seu cinto? Todavia, o meu povo se esqueceu de mim por dias sem conta. (Jr. 2:32 )

E isso infelizmente é sintomático, ou seja, continua acontecendo com o povo de Deus hoje, nós membros do Corpo de Cristo estamos sujeito e cometendo a mesma coisa. 

Paulo exortou os irmãos da Igreja de Coríntios acerca deste mesmo motivo.

E eu, irmãos, apliquei essas coisas, por semelhança, a mim e a Apolo, por amor de vós, para que, em nós, aprendais a não ir além do que está escrito, não vos ensoberbecendo a favor de um contra outro. Porque quem te diferença? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias como se não o houveras recebido? Já estais fartos! Já estais ricos! Sem nós reinais! E prouvera Deus reinásseis para que também nós reinemos convosco!” (1Co 4:6-8)

A Igreja de Laodicéia tudo indica que ela tenha decorrido no mesmo erro, uma Igreja com a maioria de seus membros eram ricos e com Jesus do lado de fora.

E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus. Eu sei
as tuas obras, que nem és frio nem quente. Tomara que foras frio ou quente! Assim, porque és morno e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.  Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta ( e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu ), aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças, e vestes brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os olhos com colírio, para que vejas.  Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê, pois, zeloso e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo.” (Ap. 3.14-20)

O cristão é abençoado para ser uma benção, pense nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário