quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Bem Aventurado os Pobres de Espírito.




"Bem aventurados os pobres de espírito...." (Mt. 5.3a)


Introdução

Em algumas versões vem escrito “humildes de espíritos”. A humildade não pode se identifica com a falta de caráter.
E a ausência de orgulho e soberba, consiste em você ter consciência da sua pequenes, das suas próprias limitações, é não apropriar-se dos dons, valores e qualidades achando que são seus, mas reconhecendo que tudo que você tem você recebeu de Deus

“Não erreis meus amados irmãos. Toda boa dádiva todo don ven descendo do alto, do Pai das luzaes...”. (Tg. 2.16,17).

“E é por Cristo que temos tal confiança em Deus; não que sejamos capazes, por nos, de pensarmos alguma coisa, como de nós mesmo, mas a nossa capacidade vem do Senhor” (2Co. 3.4,5).

Porque quem te diferencia? E que tens tu que não tenhas recebido e se recebeste , por que te glorias como se não houvesse recebido?” (1Co. 4.7).

“... O homem não pode receber coisa alguma se não, se lhe não for dado do céu” (Jo 3.17). E todos nós recebemos da sua plenitude, com graça sobre graça. (Jo 1.16).

  • O orgulho é o vício oposto à humildade, é esta auto suficiência de querer ser deus. Foi o pecado de Lúcifer. É o pecado do ser humano (Gn 2,17; 3,3-6). É o pecado capital dos pagãos (Is 10,13s; Gn 11,4-8; Sf 2,15). É o pecado do Anticristo (Dn 9,27; 11,31; 8,11; 2Ts 2,4; 1Jo 2,18; Ap 12,3s; 13,1-8).

1.                    A humildade é condição indispensável para receber o Reino de Deus:

Jesus disse que aquele que não se fizer humilde como um acriança de maneira nenhuma entrará nele (Mt 18.1-5; 19.13; 5.5) e que se a nossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus de maneira nenhuma entraremos nele (Mt. 5.20).

Os humildes herdarão o Reino dos céus, lembrada parábola do fariseu e do publicano. Que Jesus disse que o que se humilhou desceu para a sua casa justificado, mas o fariseu que se orgulhava do que fazia não.(Lc. 18.9-14)

Do Fariseu que quis justificar a se mesmo, lhe perguntando o que ele poderia fazer para herdar a vida eterna, e Jesus lhe contou a parábola do bom samaritano (Lc. 10. 25-27). 

2.                    A cruz demonstra humildade:

A cruz era um instrumento romano de tortura, reservado para condenação de escravos e criminosos. Para os judeus aqueles que eram supliciado na cruz era considerado maldito (Dt 21,23; Gl 3,13).

Mas, depois que Jesus Cristo, sendo Senhor, fez-se servo humilhando-se até a morte de Cruz. Esta se tornou o símbolo daqueles que em Cristo se tornaram humilde e abnegado por que negam ao seu próprio eu, ao seu orgulho, a si mesmo, carregando a sua cruz a cada dia (Mt. 16. 24).  Seguindo as suas pisadas

Disse Paulo inspirado por Deus:“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus. Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.” (Fl 2.5-11)

“...  qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo;  Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.” (Mt 20.28)

Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito? Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.  Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.  Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.  Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.  Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.” ( Jo. 13.12-16; 2Cor 8.9).

  • Seguir a Jesus e tomar a própria cruz são elementos inseparáveis da vida cristã

“E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.” “Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me” (Mt.10. 38; 16.24).

“E aconteceu que, indo eles pelo caminho, lhe disse um: Senhor, seguir-te-ei para onde quer que fores. E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça. E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai.  Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.  Disse também outro: Senhor, eu te seguirei, mas deixa-me despedir primeiro dos que estão em minha casa. E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.” (Lc 9.57-62)

“E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.” ( Gl 5,24).

1.3.                   Os humilhados serão exaltados

Tomar a própria cruz se concretiza no martírio e na ascensão, o texto que lemos anteriormente em filipense cap.3. Diz que nós devemos ter o mesmo sentimento de Jesus, ser humilde, humilhando a nos mesmo, foi por que Jesus cristo fez isso, que Deus o Exaltou soberanamente. 

“Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;  Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra. E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.” (Fp. 29-11)

Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças.  E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. E os quatro animais diziam: Amém. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre. (Ap. 4.12-14).

O que vemos com isso que Deus rejeita os soberbos porém Ele exalta os humildes.

“... Mas o maior dentre vós há de ser vosso servo. Qualquer, pois, que a si mesmo se exaltar, será humilhado; e qualquer que a si mesmo se humilhar, será exaltado. ( Mt 23.12)

Todavia, dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos; dá, porém, graça aos humildes” ( Tg. 4.6).

 Conclusão:

Quem esta disposto a negar sua própria vida por causa de Cristo? Quem esta disposto se necessário for: A perder tudo pos causa de Cristo, a morrer por causa do Cristo, a sofrer por causa de cristo, a viver sua vida  em cristo,de dizer como o Paulo vivo n'ap  mais eu mais cristo vive em mim  e a vida que agora vivo vivo na fe do filho de Deus o nqual me amou e se entregoou por mim.


2 comentários:

  1. Que Deus continue lhe usando como instrumento e canal de conhecimento para esta humanidade, que responsabilidade lhe é confiada a cada dia...Te admiro muito e ainda te amo, obrigada por tudo!!!Sua Michele para meu Luiz Carlinho...

    ResponderExcluir