quinta-feira, 27 de março de 2014

A Mídia Televisiva.


A televisão é ainda o mais poderoso instrumento de comunicação de massa em nossa nação. É considerada o quarto poder. A televisão brasileira é conhecida em todo o mundo pela sua descompostura moral. As telenovelas brasileiras são as mais imorais do mundo. 

Talvez nenhum fenômeno exerça mais influência sobre a família brasileira do que as telenovelas da Rede Globo. O argumento usado para essa prática é que a televisão apenas retrata a realidade. Ledo engano. A televisão induz a opinião pública. Ela não informa, mas deforma. Não esclarece, mas deturpa. 

Agora, de forma desavergonhada a televisão brasileira abraçou a causa homossexual, além de fazer uma catequização mental em seus telespectadores com o embelezamento dado a religiões ocultistas, o propósito primordial de, e a televisão brasileira ter abraçado a causa homossexual, é simplesmente de induzir a sociedade a aceitar como opção legítima a relação homo-afetiva, que é sem duvida nenhuma a opção sexual da maioria de seus produtores e diretores. 

Não se trata de um esclarecimento ao povo sobre o referido assunto, mas uma indução tendenciosa a aceitação e a essa prática. Os programas que tratam da matéria são feitos com a intenção de escarnecer dos valores morais que sempre regeram a família e exaltar a prática homossexual, que a Escritura chama de um erro, uma torpeza, uma abominação, uma disposição mental reprovável, uma paixão infame, algo contrário à natureza (Rm 1.24-28).

E o que falar do modo que eles agora estão tratando os evangélicos, seria algo imensurável se os cristão tomassem vergonha na cara e não assistissem mais as novelas dessas emissoras e estrangeira, não como forma de protesto e sim como uma forma ideológica, assistimos conscientemente aquilo que as escrituras condenam, e o que é pior muitas vezes ao lado de nossos filhos. Que Deus tenha misericórdia de todos nós


Nenhum comentário:

Postar um comentário