sexta-feira, 11 de março de 2016

Por Quanto Tempo Jesus Ficou Morto?


"Segundo Mateus 12. v.40: 

'Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no
ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra'.

Com essa afirmativa de Jesus Cristo acerca de sua morte, muitas duvidas pairam sobre a mente dos cristãos, e as perguntas feitas são muitas.
Qual foi o dia da morte de Jesus?"; Quanto tempo ele ficou sepultado? Por que Ele disse que ficaria três dias e três noites e ressuscitou no domingo pela manhã? Jesus errou acerca da sua morte? Ele não morreu na sexta mas sim na quarta feira? São muitas as perguntas.

O dia da crucificação de Jesus tem sido por alguns situado na quarta-feira, e pela maioria dos eruditos na sexta-feira. Mas qualquer dessas datas conta com algumas dificuldades. No entanto, a questão tem provocado muitos debates, e muito tempo tem sido desperdiçado  ao longo dos anos, e imensas energias têm sido concentradas nessa discussão, que não edificam em nada a vida do Cristão e muito menos nada acrescenta para o desenvolvimento da Grande comissão. 

Para alguns, o conhecimento e a declaração do dia certo parecem ter a importância de uma
convicção religiosa. Russel em seu comentário do Novo Testamento, diz: 

"Algumas pessoas por desconhecerem a índole das línguas antigas, como o grego e o hebraico, insistem que
tais palavras devem indicar três dias e três noites completos; porem [apresenta grande número de citações extraídas do hebraico, do grego e do latim] tal expressão era usada, nos dias antigos, para significar parte de três dias e noites, e que uma parte era usada para expressar a totalidade". 

A seguinte citação de Jerônimo ilustra esta idéia: 

"Tenho abordado mais completamente o trecho sobre o profeta Jonas (isto é, o livro do V.T.) em
meu comentário. Direi agora somente que isto [esta passagem ] deve ser explicada como modo de falar chamado sinédoque, quando uma porção representa a totalidade. Não
significa que nosso Senhor esteve três dias e três noites inteiros no sepulcro, mas sim, parte da sexta-feira, parte do domingo e todo o dia de sábado o que é apresentado como
três dias". 

Assim também esclarecem os pais da Igreja em geral. Na linguagem popular.

"Três dias e três noites" significa, figuradamente, não mais do que três dias, o que, na linguagem antiga, podia ser calculado incluindo-se o primeiro dia, aquele em que algo acontecia. Nesse caso, o dia de crucificação teria sido o primeiro dia, e o dia da ressurreição o terceiro. O segundo dia teria sido o sábado, ficando assim completados os três dias. 

O próprio Jesus declarou isso por diversas vezes, e a expressão foi repetida por Paulo, afirmando que Jesus declarara que ressuscitaria ao terceiro dia: Mt 16.21; 17.23;

Mc 9.31; 10.34; Lc 9.22; 18.33; 24.17; 1 Co 15.4. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário